Sahifa fully responsive WordPress News, Magazine, Newspaper, and blog ThemeForest one of the most versatile website themes in the world.

Varizes

A Doença

As varizes são veias superficiais anormais, dilatadas, cilíndricas ou saculares, tortuosas e alongadas, caracterizando uma alteração funcional da circulação venosa do organismo, com maior incidência no sexo feminino.

As principais queixas clínicas dos pacientes são: dor tipo “queimação” ou “cansaço”, cãibras, coceira, sensação das pernas estarem pesadas ou ardendo, edema (inchaço) das pernas, principalmente ao redor do tornozelo, que, frequentemente, melhoram com a elevação dos membros inferiores e agravam-se no fim do dia, quando se permanece por longo tempo em pé ou sentado, no calor, nos períodos próximo ou durante a menstruação e também durante a gravidez.

Não existe nenhuma relação estabelecida entre a formação de varizes e depilação ou uso de salto alto, assim como não há influência com relação a carregar peso. Subir escada pode ser considerado até um exercício físico, portanto, ajuda a incrementar o retorno venoso.

A ginástica, desde que recomendada pelo médico e acompanhada por professores de educação física ou fisioterapeutas, não provoca varizes como também é bastante aconselhável para evitá-las. Quanto à musculação, desde que não seja exagerada, também não tem contraindicação.

Tratamento


O tratamento específico das varizes consiste em sua retirada. As veias dilatadas, por estarem doentes, não colaboram para a circulação. Ao retirá-las percebe-se uma melhoria na drenagem venosa dos membros inferiores, aliviando sintomas e prevenindo as complicações da evolução da doença.

A técnica adequada é individualizada, varia caso a caso, e somente um médico especialista poderá avaliar e indicar o melhor tratamento para cuidar das varizes.

Naqueles pacientes que não querem ou não podem fazer nenhum dos tipos de tratamentos existentes (ver tratamentos), pode ser empregado o tratamento clínico com medicamentos, elevação dos membros inferiores, controle do peso, atividades físicas e, fundamentalmente, o uso de meia elástica.

Dicas úteis para evitar varizes:


  • Evitar ganhos excessivos de peso.
  • Dieta rica em fibras para evitar a constipação intestinal.
  • Procurar não permanecer muito tempo parado em pé ou sentado.
  • Não usar cintas abdominais apertadas.
  • Realizar caminhadas e/ou exercícios físicos com supervisão profissional.
  • Não fumar.
  • Utilizar sistematicamente meias elásticas, principalmente durante a gravidez.
  • Evitar uso de hormônios, principalmente os anticoncepcionais.
  • Consulte regularmente seu angiologista!

Curiosidades

Salto alto provoca varizes?
Errado: se o uso for excessivo – todos os dias-, durante anos haverá um encurtamento da musculatura da panturrilha, que é a região responsável por devolver o sangue para o coração (retorno venoso). A musculatura encurtada e flácida é que pode contribuir para a dilatação das veias.
Só idosos ou pessoas mais velhas têm varizes?
Errado: Pode acontecer em qualquer idade, porém é mais comum que surja a partir dos 20 - 30 anos de idade.
Depilação causa varizes?
Errado: Não causa varizes.
Vasinhos podem virar varizes?
Errado: Os vasinhos – chamados cientificamente de telangiectasias – são condições completamente diferente das varizes. Os vasinhos são nas vênulas superficiais, as varizes são nas veias mais profundas.
Musculação em excesso provoca varizes?
VERDADE: Os exercícios com peso em excesso, que causam hipertrofia muscular, podem contribuir para a dilatação das veias. Entretanto, a musculação com pouca carga e muitas repetições ajuda no retorno venoso, logo é bom para evitar as varizes.
Gravidez provoca varizes?
VERDADE: É a gravidez a maior responsável pelas varizes. Um dos fatores que fazem com que as futuras mamães apresentem um “mapa geográfico” nas pernas é hormonal: a progesterona aumenta a dilatação das veias, de todas as veias do organismo. Quem já tem predisposição a ter varizes, sofre ainda mais essa ação. Para minimizar o problema, a recomendação é o uso de meias de compressão a partir do segundo mês de gravidez. Elas ajudam no retorno venoso e diminuem a agressividade dos fatores que aumentam as varizes. O ideal é colocar pela manhã e tirar apenas na hora de dormir. No começo da gravidez, pode-se usar meia ¾, até o joelho, e depois, quando o útero começar a aumentar – por volta do sexto ou sétimo mês – usar meia calça de gestante.
Exercícios aeróbicos ajudam a evitar varizes?
VERDADE: É o tipo de exercício mais indicado pelos especialistas. Nadar, correr, caminhar e pedalar, além de outros exercícios aeróbicos como hidroginástica, são fundamentais para mexer o corpo e fugir do sedentarismo, o principal vilão para o surgimento das varizes. Muitos falam que subir escadas dá varizes. Muito pelo contrário, é um exercício excelente para o retorno venoso.
Pular corda ou fazer exercícios de impacto provocam varizes?
Errado: Esses exercícios podem ser ruins para o joelho, quadril, articulações… mas não para as varizes.
Anticoncepcional piora as varizes?
VERDADE: É um fator desencadeante, por ser hormonal. Além disso, o anticoncepcional aumenta a incidência de tromboflebite. Quem já tem varizes e já tem predisposição a ter tromboflebite, a possibilidade aumenta muito com o uso do anticoncepcional. O anticoncepcional também aumenta o número de vasinhos, por conta do estrogênio.
Varizes podem ser perigosas?
VERDADE: Dependendo do grau, elas podem até causar manchas, dores, sangramentos e úlceras varicosas, aumentar a incidência de trombose e embolias. Por isso, é sempre recomendável o seu tratamento desde as primeiras manifestações. Além disso, desde a primeira avaliação o médico angiologista orientará sobre os cuidados de prevenção e alívio. Afinal, varizes não têm CURA! Mas podem ser mantidas sob controle.
Varizes e vasinhos podem voltar após o tratamento?
Errado:uma vez removidas, as varizes e vasinhos não voltam. Entretanto, novas veias dilatadas podem aparecer em outros ou nos mesmos lugares da perna. Para que isso não aconteça, é necessário fazer um programa preventivo.

Compreenda que as veias, com o passar do tempo, podem se tornar varicosas, pois a tendência de desenvolver varizes está na pessoa e no modo como ela cuida da saúde.

Algumas rotinas como: ficar muito tempo na mesma posição, em pé ou sentada, ingerir anticoncepcionais, gravidez, obesidade e falta de exercícios, influenciam para que as varizes voltem. Nesse caso, o tratamento de varizes é contínuo, havendo necessidade de visitar o médico especialista, no mínimo, uma vez por ano.
Existe um remédio ou pomada que posso usar para prevenir ou tratar varizes?
Errado: as varizes são resultado de uma dilatação venosa e ainda não há evoluções do setor farmacêutico que possam garantir a cura por meio de remédios via oral ou pomadas. Podem aliviar os sintomas das varizes, mas curar não, pois o problema é físico e crônico, ou seja, o quadro é evolutivo. Não é recomendada a automedicação. Consulte sempre um médico especialista para fazer exames e se certificar da condição atual das varizes e do tratamento adequado.
Responsive ThemeForest Wordpress Theme Avada bigtheme.net/wordpress/themeforest/323-avada BIGtheme.net