Sahifa fully responsive WordPress News, Magazine, Newspaper, and blog ThemeForest one of the most versatile website themes in the world.

Varizes e genética: entenda a relação

As varizes são um dos problemas que mais incomodam as mulheres, principalmente porque ocorrem em uma das áreas do corpo mais expostas: as pernas.

Um dado curioso desse problema é que, diferente do que ocorria há algumas décadas, quando ele se manifestava predominante em mulheres idosas, hoje, pessoas cada vez mais jovens estão apresentando o problema. Essa mudança é resultado de diversos fatores, como o uso de pílula anticoncepcional precoce, excesso de peso e estilo de vida.

No entanto, diante deste contexto, surge a pergunta: as varizes têm alguma relação com fatores genéticos? Acompanhe a leitura e descubra.

Relação entre varizes e genética

Para que se possa entender essa relação, é necessário explicar como surgem as varizes. Em sua maioria, elas aparecem a partir de veias pré-varicosas, ou seja, veias localizadas em uma camada mais superficial da pele e que não apresentam nenhuma função.

Esse fato indica que o problema tem sim uma causa genética, que é amplificada pelo fato de que a maioria dos casos terem relação com a herança genética dos pais. Assim, isso significa que apesar de fatores externos, como passar muito tempo em pé e estar acima do peso, terem influência na manifestação do problema, eles não são a causa única. Os fatores externos são agravantes, eles acentuam o problema.

Trata-se de uma condição que se manifesta primordialmente em mulheres, onde os homens representam a minoria de todos os casos. Isso se deve à influência dos hormônios femininos, que deixam as paredes das veias mais flexíveis e, por isso, mais propensas à dilatação.

Vale destacar que esses dados também são válidos para as varizes que surgem nas veias funcionais do corpo humano, que costumam aparecer quando a mulher ainda é jovem. E nos casos em que surgem notadamente após a menopausa, o quadro é bem mais ameno do que nas pacientes que previamente manifestaram o problema.

Precaução

Apesar de possuir essa carga genética, algumas medidas simples podem ser tomadas para que a manifestação do problema seja amenizada, o que proporciona uma aparência melhor e mais qualidade de vida. Confira algumas dessas medidas:

  • Realizar exercícios de baixo impacto para as articulações, como os feitos na água (natação e hidroginástica), bicicleta e caminhadas leves;
  • Deitar com os pés elevados sempre que for possível;
  • Evitar ficar muito tempo na mesma posição, ou seja, fazer pequenas caminhadas se ficar muito tempo sentada ou sentar se passar muito tempo em pé;
  • Fazer exercícios de musculação com pouca carga e aumentar o número de repetições.

Por fim, é preciso frisar que apesar de se tratar de um problema, à primeira vista, estético, as varizes podem acarretar complicações graves, como a trombose e a embolia. Por isso, assim que sentir qualquer alteração, procure um especialista.

Quer saber mais? Estamos à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficaremos muito felizes em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do nosso trabalho como angiologistas em Belo Horizonte e Contagem!

Comentários estão fechados.