Sahifa fully responsive WordPress News, Magazine, Newspaper, and blog ThemeForest one of the most versatile website themes in the world.

TUDO SOBRE VARIZES!

TUDO SOBRE VARIZES!

As varizes são veias tortuosas, dilatadas e insuficientes, caracterizando uma alteração funcional da circulação venosa do organismo.

A causa mais comum é a influência genética, uma vez que existe forte predisposição familiar.

O que poucos sabem é que as varizes são apenas uma parte de uma doença muito mais complexa, chamada Insuficiência Venosa Crônica (IVC). Como toda doença crônica, o IVC tem controle e tratamento, mas, infelizmente, não tem cura.

Isso não quer dizer que quem tem varizes nunca terá uma perna bonita e saudável, livre do desconforto físico e estético causado pelas veias dilatadas e tortuosas. Para isso, basta procurar um especialista, que indicará o melhor tratamento para cada caso.

DIFERENÇA ENTRE VASINHOS E VARIZES

A principal diferença é o tamanho. Varizes são veias tortuosas e dilatadas. Vasinhos são as varizes de pequeno calibre, sendo uma denominação popular das microvarizes. Além disso, os vasinhos são vistos em camadas mais superficiais da pele.

Os vasinhos nas pernas possuem uma espessura aproximada de um fio de cabelo, com uma coloração arroxeada ou avermelhada, e não causam dor. Já nas varizes as veias se dilatam e a cor é azulada ou esverdeada. Se não forem tratadas, podem causar inchaço, manchas, trombose e até desencadear úlceras na pele.

HOMENS TÊM VARIZES?

Sim, homens também podem ter doença venosa. As mulheres desenvolvem com maior facilidade, mas isso não quer dizer que os homens estão livres.

A única diferença das varizes masculinas é que os homens demoram mais a cuidar e só recorrem ao médico quando as dores ficam crônicas. Portanto, o tratamento das varizes em homens têm as mesmas indicações das mulheres.

COM QUE IDADE AS VARIZES APARECEM?

Geralmente, as varizes aparecem por volta dos 50 anos de idade, já que o envelhecimento é uma condição determinante para o seu desenvolvimento. Mas isso não é uma regra, inclusive, porque outros fatores de risco contribuem para o surgimento das varizes.

O importante é procurar um angiologista assim que as varizes aparecerem. Isso porque, além do desconforto físico e estético, as varizes podem evoluir para doenças mais graves.

FATORES DE RISCO PARA VARIZES

• Condições que aumentam a pressão no abdômen, tais como doenças do fígado, líquido no abdômen ou insuficiência cardíaca.

• Excesso de peso e obesidade.

• Fístulas arteriovenosas.

• Gravidez.

• História familiar de varizes.

• Idade avançada.

• Passado de Trombose Venosa Profunda.

• Passar muito tempo em pé.

SINTOMAS DAS VARIZES

• Dor, ardor, ou sensação de peso nas pernas, que podem ser mais acentuados no fim do dia.

• Leve inchaço, geralmente envolvendo apenas os pés e tornozelos.

• Coceira na pele sobre a veia varicosa.

São sintomas mais graves:

• Acúmulo de líquido e inchaço na perna.

• Inchaço e panturrilha com dor significativa após ficar sentado ou em pé por muito tempo.

• Mudança na cor da pele ao redor dos tornozelos e das pernas.

• Pele seca e esticada.

É PRECISO FAZER REPOUSO APÓS O TRATAMENTO DE VARIZES?

Não! Pelo menos em cerca de 90% dos casos.

Isso porque as técnicas modernas de tratamento, pouco invasivas, permitem retorno imediato às atividades diárias.

Em alguns casos, são solicitados apenas alguns ajustes na rotina de atividades físicas, principalmente musculação das pernas.

Em casos de tratamentos mais extensos, o repouso não costuma ultrapassar 3 dias.
Vale lembrar que as recomendações do angiologista são individuais, de acordo com o paciente e o tratamento realizado.

SEM VARIZES E SEM DOR

A microcirurgia estética é uma técnica utilizada para a retirada das microvarizes sem cortes ou bisturi.

O principal benefício é a aplicação da anestesia local antes do procedimento, ou seja: sem dor!

Além disso, o paciente tem alta imediata, sem necessidade de repouso ou afastamento do trabalho.

Para otimizar os resultados, a microcirurgia estética ainda pode ser associada a outros tratamentos, como a escleroterapia e os que fazem uso do laser.

PRINCIPAIS TRATAMENTOS SEM CIRURGIA

A escleroterapia é a técnica mais usada para o tratamento das varizes de pequena espessura. O procedimento consiste na administração de um medicamento dentro do vaso doente, criando uma reação inflamatória que fará esse vaso desaparecer progressivamente. Conheça as técnicas de escleroterapia!

• Escleroterapia com espuma: causa um processo inflamatório na parede interior do vaso que leva a um fechamento da veia, impedindo a circulação de sangue. Sem sangue, o vaso perde a coloração e passa a ser invisível a olho nu.

• Escleroterapia a laser: trata as varizes por meio do calor.

• Escleroterapia com glicose: a principal vantagem é que a glicose é muito bem tolerada pelo organismo: não gera efeitos colaterais, alergias, coceira ou irritação.

A escolha da técnica vai depender de cada caso e da experiência que o angiologista possui com cada uma delas.

RADIOFREQUÊNCIA PARA VARIZES

A Radiofrequência é um procedimento muito conhecido para o rejuvenescimento do corpo e do rosto. Mas você sabia que ela também pode ser utilizada no tratamento de varizes e até da Insuficiência Venosa Crônica (IVC)?

Conheça os benefícios dessa técnica para a Angiologia!

• É um procedimento minimamente invasivo que permitem atingir o mesmo objetivo final de uma cirurgia.

• Pode substituir o método clássico de tratamento de varizes, em que as principais veias (veia safena interna e/ou externa) são retiradas cirurgicamente.

• Evita a formação de trombos em outras veias adjacentes, especialmente no sistema venoso profundo, sendo um fator determinante na prevenção de potenciais complicações.

• Menos dor e hematomas.

• Pode ser realizada com ou sem sedação.

• Pós-operatório rápido e tranquilo.

JEJUM X TRATAMENTO DE VARIZES

Doutor é necessário fazer jejum antes do meu tratamento para as varizes? Essa é uma das principais dúvidas dentro do consultório e a resposta é: depende do procedimento que será realizado.

• Para tratamentos minimamente invasivos e de menor porte, como a escleroterapia com espuma ou a laser, não é necessário fazer jejum.

• Para as cirurgias é necessário que o paciente cumpra determinado tempo determinado sem se alimentar por causa da anestesia.

CREMES PARA VARIZES FUNCIONAM

Não funcionam! Se você tem varizes ou vasinhos, as alterações na parede dos seus vasos já estão instaladas e não há como modificá-las, se não por meio de cirurgia, escleroterapia ou outros tratamentos do tipo.

Os cremes – e a massagem que fazemos ao aplicá-los – podem, sim, auxiliar esses tratamentos, ajudando na hidratação da pele e no alívio da dor, do inchaço e do cansaço nas pernas. Mas eles não são capazes de eliminar nem os vasinhos e muito menos as varizes.

Consulte um angiologista para saber qual o tratamento mais indicado para você e que creme usar para o alívio dos sintomas.

REMÉDIOS NÃO CURAM VARIZES

Não há qualquer comprovação de que o uso de remédios auxilie na redução das varizes ou impeça que elas aumentem.

Entretanto, a medicação pode auxilia na redução dos sintomas causados pelas varizes enquanto este problema é tratado ou até que isso aconteça.

AS VARIZES PODEM VOLTAR?

Muitas pessoas deixam de tratar as varizes por acreditar que elas voltam e, desta forma, seria um investimento temporário ou em vão. Ledo engano!

As varizes que foram tratadas não voltam mais. Porém, trata-se de uma doença crônica, então a tendência é que novas varizes apareçam ao longo da vida.

Isso não significa, entretanto, que o problema não deva ser tratado. Pelo contrário, quanto mais você negligenciar a doença, mais varizes vão se acumulando e causando mais incômodo, tanto físico quanto estético.

EXERCÍCIOS FÍSICOS QUE PREVINEM AS VARIZES

Os exercícios físicos mais indicados para prevenir as varizes são aqueles que estimulam a circulação sanguínea. Dentre eles:

• Natação.

• Alongamento.

• Caminhada.

• Bicicleta.

• Dança.

MÁ ALIMENTAÇÃO X VARIZES

Um corpo em forma é apenas um dos benefícios de quem é adepto das refeições saudáveis. Para se ter uma ideia, dentre os problemas causados pela má alimentação estão as varizes. Isso porque a má alimentação leva à obesidade, ao acúmulo de líquidos e ao inchaço das pernas, fatores de risco para o desenvolvimento dessa doença.

ABACAXI E VARIZES: O QUE TEM A VER?

Muitas atitudes podem ser tomadas para prevenir o aparecimento das varizes, dentre elas o controle do peso e a alimentação saudável. Hoje, viemos falar de um alimento específico que cumpre muito bem essa função: o abacaxi.

O abacaxi possui uma enzima chamada bromelaína, que ajuda degradar a proteína fibrina – principal componente dos coágulos sanguíneos. Se não degradada, essa proteína é depositada ao redor dos microvasinhos, favorecendo o aparecimento das varizes. Desta forma, o abacaxi pode ajudar quem possui dificuldade em quebrar essa proteína e contribuir para a saúde das pernas e do sistema circulatório.

HÁBITOS QUE CONTRIBUEM PARA AS VARIZES

• Uso de hormônios, como os anticoncepcionais.

• Ganho de peso.

• Gestação.

• Permanecer muito tempo em pé ou sentado.

• Não realizar atividades físicas

VARIZES X MONOPAUSA

Além das sensações causadas pela menopausa – como oscilação entre calor e frio intensos, angústia, suor excessivo e ressecamento vaginal – as mulheres com predisposição ao desenvolvimento de varizes devem ficar atentas nessa fase. Isso acontece porque:

• As mudanças hormonais durante a menopausa podem fazer com que as varizes surjam com mais rapidez.

• Durante a menopausa, também é comum ganhar peso. Então, as pacientes que já têm problemas com a balança devem redobrar a atenção, pois o ganho de peso agrava o quadro de varizes, uma vez que o acúmulo de gordura abdominal dificulta o retorno venoso.

• Os hormônios femininos protegem as mulheres das doenças cardiovasculares. Então, com a chegada da menopausa e o surgimento das varizes, também aumentam os riscos dos problemas cardiovasculares.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *