Sahifa fully responsive WordPress News, Magazine, Newspaper, and blog ThemeForest one of the most versatile website themes in the world.

A trombose pode voltar?

A trombose venosa profunda, TVP, é um problema causado pela formação de coágulos de sangue (chamados de trombos) no interior das veias. Esses trombos podem desencadear uma obstrução total ou parcial do canal onde estão inseridos, impedindo que o sangue venoso retorne ao coração.

A trombose é uma condição relativamente comum, (acontece em cerca de 50 pessoas a cada 100 mil). Por causa dela, surgem algumas das sequelas da insuficiência venosa crônica, como os inchaços, as dores e as feridas nas pernas. Mais grave que essas, no entanto, está a embolia pulmonar, uma doença que acontece quando as obstruções acendem até o  pulmão.

A condição pode ser tratada por meio do uso de medicamentos anticoagulantes, na maioria dos casos. Em algumas situações específicas, pode ser indicada a realização de um procedimento cirúrgico. Mas existe garantia de que o problema não retornará ou a trombose pode voltar?

Trombose em pacientes recuperados

A trombose pode, sim, retornar. Na verdade, pacientes que já tiveram o problema têm mais chances de desenvolvê-lo novamente do que os que nunca tiveram.

Isso acontece pelo fato da doença estar diretamente associada à coagulação do sangue. Ou seja, se há problemas nessa área, é muito provável que ele persista mesmo depois que o paciente esteja curado de condições relacionadas.

Atenção especial deve ser dada as chamadas trombofilias, que correspondem a um grupo de doenças do sangue que aumentam consideravelmente o risco do paciente tratado apresentar uma nova obstrução devido à coagulação do sangue.

No caso de pacientes reincidentes, muitas vezes, é necessário fazer uso de medicação anticoagulante por toda a vida, devido ao alto risco da doença se manifestar novamente e, com elas, todas as suas possíveis complicações.

Outros fatores de risco

Vale ressaltar que não são apenas as trombofilias que aumentam as chances da doença reaparecer. Pacientes que já tiveram quadro de trombose devem ficar especialmente atentos aos seguintes fatores, que apresentam risco:

  • Uso de pílulas anticoncepcionais ou terapia hormonal;
  • Tabagismo;
  • Obesidade;
  • Gravidez e o período de pós-parto;
  • Varizes;
  • Acidentes graves;
  • Obesidade;
  • Viagens longas, isto é, aquelas com duração igual ou superior a 6 horas, principalmente as realizadas de avião;
  • Imobilização de membros devido à fratura;
  • Cirurgia recente, principalmente as ortopédicas de grande porte, que quando realizadas em idosos pode aumentar em 40% a 60% de chances do desenvolvimento de trombose.

Quer saber mais? Estamos à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficaremos muito felizes em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do nosso trabalho como angiologistas em Belo Horizonte e Contagem!

Comentários estão fechados.