Sahifa fully responsive WordPress News, Magazine, Newspaper, and blog ThemeForest one of the most versatile website themes in the world.

Tudo sobre o tratamento a base de espuma

Que o problema de varizes é uma preocupação para diversas pessoas é um fato. As veias varicosas atingem cada vez mais pessoas, e cada vez mais cedo, sendo as mulheres o grupo mais atingido. De acordo com a Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular, SBACV, a cada 100 mulheres, 32 já chegam aos 30 anos com indícios de varizes. Pensando em encontrar tratamentos cada vez mais eficientes para os diferentes tipos de varizes e vasinhos é que pesquisadores têm desenvolvido novas técnicas, e foi assim que surgiu o tratamento à base de espuma.

Com o decorrer do tempo, muitos profissionais, de áreas diferentes, passaram a indicar procedimentos menos dolorosos a quem sofre com varizes. Mesmo sendo eficazes, essas técnicas acabam afetando a sensibilidade da pele. Ações abrasivas, picadas, uso de ácidos, entre outros métodos, causam certo desconforto para quem já tem problemas com varizes.

O médico angiologista e o cirurgião vascular são os únicos especialistas em tratar o problema de varizes. Lembre-se disso ao procurar tratamento.

Como é o feito o tratamento com espuma?

Mas espuma?! Sim, isso mesmo, e já é disponível tanto em tratamentos particulares e no sistema público e se mostra eficaz contra as varizes.

O tratamento com espuma é mais tranquilo e não causa nenhum efeito colateral no paciente. A escleroterapia, nome dado ao processo, é também usada em outras ocasiões e à base de outros produtos.

O médico usa uma seringa que injeta o produto no vaso inflamado. Para que ele perceba se o produto está sendo introduzido na região certa, o uso de um ultrassom é indicado. O objetivo é que ela se espalhe a ponto de interromper a circulação local. Como a veia não terá sangue, ela vai secando aos poucos, uma duração média variável.

Por ter a região manuseada, é normal ela ficar com aspectos escurecidos ao redor da injeção, porém essa aparência desaparece com o decorrer dos dias e não causa incômodo e nem impede do paciente de se locomover.

A ação é feita em todo o local com presença de varizes. Mas para que não haja uma pressão profunda na área, é preciso que o paciente use uma meia elástica para não gerar atritos com a pele e nem evitar que o vaso elimine sangue. O paciente pode fazer suas tarefas normalmente.

Há riscos?

Como em qualquer procedimento médico, há alguns riscos, porem com chances muito menores se comparado ao tratamento cirúrgico convencional, sendo assim mais segura e capaz de tratar vasos profundos não alcançados via cirurgia.

Embora seja uma técnica atrativa, lembre sempre de consultar um profissional experiente e de confiança. Só assim a ação será eficiente.

Quer saber mais? Estamos à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficaremos muito felizes em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do nosso trabalho como angiologistas em Belo Horizonte e Contagem.

Comentários estão fechados.